Pacotes Nacionais – Sergipe

Sergipe Grande

Sergipe Pequeno 2??Sergipe Pequeno 3? Sergipe Pequeno

O turismo em Sergipe tem atrações para todos os gostos.

Para quem gosta de praias, o litoral sergipano, com seus 173 km de extensão, oferece algumas das mais belas, com dunas de areia branca, lagoas e coqueirais. Umas já apresentam moderna infra-estrutura, outras ainda primitivas. Destacam-se as de Abaís, Caueira, Saco, Pirambu, onde está instalado o Projeto Tamar e se encontra a maior e a menor tartaruga do mundo, Atalaia e Ponta dos Mangues, entre outras.

Para o turismo histórico, Sergipe apresenta muitas Cidades fundadas nos séculos XVI e XVII, algumas tombadas pelo Patrimônio Histórico Nacional, com igrejas e capelas do estilo barroco, como Tomar do Geru, onde os jesuítas deixaram um dos mais belos templos do período de colônia, São Cristóvão, a quarta Cidade mais antiga do Brasil, com seu fabuloso patrimônio histórico e artístico e Laranjeiras, com museus e igrejas antigas.

O turismo ecológico faz-se representar pelos rios com seus estuários, desaguando no Atlântico, principalmente o Rio São Francisco, além do Poxim, Real, Vaza Barris e Sergipe, com seus manguezais. O Rio São Francisco, o Rio Real e o Rio Sergipe são cortados por catamarãs em cinco rotas.

O grande agito de Sergipe fica por conta de 2 festas populares que têm levado milhares de turistas a visitar o Estado. São o Carnaval e as Festas Juninas.

Quando se inicia junho, Sergipe transforma-se no maior arraial do País. O Estado fica em festa 30 dias do mês, a mais longa festa do País. Aracaju, Estância, Capela, Muribeca, Areia Branca, e Cristinápolis se destacam na animação. São casamentos e bailes caipiras, missa de vaqueiros, Festa do Mastro, fogos de artifício, barcos de fogo, concursos de quadrilhas e muita zabumba, xaxado, baião, forró, triângulo e sanfona. Estância e Capela apresentam uma grande queima de fogos, um espetáculo inédito no Brasil e no mundo, destacando-se as Guerras de Buscapés, Barcos de Fogo e Espadas, ao som do ritmo quente do Samba de Coco, Pisa Pólvora e do Batalhão de Fogo. Em Areia Branca, o forródromo é palco do S. João de Paz e Amor.